Em entrevista para o Centro Educacional São Camilo, a professora e enfermeira Vera Márcia Rodrigues dos Santos ressalta a importância do enfermeiro na saúde ocupacional e avalia o mercado e suas tendências

O ENFERMEIRO DO TRABALHO E SUA INSERÇÃO NO MERCADO

São Camilo: Qual a situação atual da saúde do trabalhador?

Vera Márcia: Segundo estimativas da OIT, 2,02 milhões de pessoas morrem a cada ano devido a enfermidades relacionadas com o trabalho. 321 mil pessoas morrem a cada ano como consequência de acidentes no trabalho. A cada 15 segundos, um trabalhador morre de acidente ou doença relacionada com trabalho. Assim, verifica-se uma exigência cada vez maior por parte do governo e dos órgãos que regulamentam o trabalho visando reverter esse quadro tão lastimável através da criação de novos arcabouços legais. Vale destacar o Decreto 10.666/2003, que possibilita a bonificação ou penalização na contribuição das empresas devida ao Seguro de Acidente de Trabalho, em função da redução ou elevação dos índices de sinistralidade ocorridos. 

São Camilo: Como o enfermeiro do trabalho poderia contribuir para a redução dos acidentes e enfermidades relacionadas ao trabalho?

Vera Márcia: O Decreto nº 7.602/2011 trata da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho. que visa a promoção da saúde e da qualidade de vida no trabalho. Nesse sentido, caberá ao enfermeiro do trabalho implementar os Programas de Vigilância em Saúde, com a finalidade de promoção da saúde e da qualidade de vida no trabalho e redução do adoecimento dos trabalhadores, buscando a integração de ações que intervenham nos agravos e seus determinantes decorrentes  dos modelos de desenvolvimento e processos produtivos.

São Camilo: Como você avalia o mercado de trabalho para o enfermeiro do trabalho?

Vera Márcia: Considerando que hoje existe um interesse genuíno do governo para a redução dos agravos à saúde do trabalhador e de seus custos decorrentes, vislumbra-se um mercado de trabalho promissor para o enfermeiro do trabalho. A sua atuação se dará como auditor líder ou interno de sistema integrado de Gestão, gestor de serviço de saúde do trabalhador, gestor de processos em saúde ocupacional, consultor em saúde ocupacional, coordenação de programa de promoção de saúde, dentre outros nos mais variados ramos de atividade econômica.

São Camilo: Em sua opinião, quais aspectos devem ser priorizados pelo enfermeiro do trabalho para ter uma alta perfomance no mercado de trabalho?

Vera Márcia: As empresas estão interessadas em profissionais dinâmicos que tragam soluções para redução de sinistralidade e absenteísmo, com foco na redução de custos. Assim, a busca constante e mais abrangente pelo conhecimento da legislação aplicável é imprescindível para uma melhor contribuição. Uma ferramenta bastante útil nesse sentido será lançada no dia 30 de maio de 2014 pelo COREN-MG. Trata-se do Guia de Referência de Legislação em Saúde do Trabalhador, elaborado pela Câmara Técnica de Enfermagem do Trabalho da qual faço parte, composta ainda pelas enfermeiras do trabalho Jane Aparecida Araújo Rocha, Lúcia Jacinta Manso Fernandes dos Santos, Ruth de Castro Rodrigues Martins e Walkíria Silva Moutinho. Esse guia estará disponível no site do COREN-MG e da ANENT – Associação Nacional de Enfermagem do Trabalho, abrangendo diversos temas, tais como legislação referente ao exercício profissional e procedimentos de atenção ao trabalhador.

Professora Vera Márcia Rodrigues dos Santos 

  • Graduação em Enfermagem e Obstetrícia.
    Universidade Federal de Minas Gerais.
  • Especialização em Enfermagem do Trabalho pela Faculdade de Enfermagem
    Luiza de Marilac/Faculdade São Camilo.
  • Enfermeira do Trabalho na empresa Vallourec Tubos do BRASIL.
  • Auditora de Sistema Integrado de Gestão.
  • Diretora da Empresa Saber em Foco Treinamentos e Desenvolvimento.
  • Professora do Curso de Especialização em Enfermagem do Trabalho – São Camilo

  professora vera marcia COM INDENTIFICACAO